sábado, 10 de setembro de 2011

O lado frustante de viver em Londres


De tempos em tempos eu paro de escrever para esperar alguma inspiracao sobre que assunto abordar e foi o que aconteceu nestes dois ultimos meses e so agora me veio a vontade de falar sobre algo que me incomoda um pouco.

Cada vez que saio pela cidade sempre descubro algum lugar que jamais havia visto e que me surprende. Quando dou dicas sobre que lugares visitar eu priorizo aqueles que nao sao tao alvos de turistas embora eu sempre aconselhe a conhecer primeiramente aquelas pontos mundialmente conhecidos, como Tower Bridge, Casa do Parlamento, Big Ben, London Eye ,etc. Faz parte do roteiro turistico, mas com o tempo voce acaba se interessando e gostando muito mais destes lugares longe das multidoes de turistas. Como em toda grande cidade e normal que certos picos da moda mudem de area e quem gosta de seguir as tendencias acaba se perdendo um pouco porque e um mundo de opcoes e informacoes que tornam esta tarefa muito dificil. Num mesmo dia voce pode ter dezenas de shows de nivel internacional acontecendo assim como feiras de ruas e de negocios, festivais de rua e de musica, pecas de teatro, lancamento de filmes, eventos corporativos e eventos esportivos. Ontem caminhando pela Tower Bridge em poucas horas pude ver que num raio de algumas centenas de metros varios eventos privados estavam acontecendo em hoteis, restaurants , yates na marina e mesmo na rua .

E um desafio viver nesta cidade e nao se sentir frustado por nao poder participar nem de 1% de tudo que existe a nossa disposicao . Muito mais do que condicoes financeiras para poder fazer parte de tanta coisa o fator tempo impossibilta estar presente ao mesmo em tantos acontecimentos interessantes. Eu que gosto de saber o que acontece na cidade sinto na pele esta frustacao e tento ao menos poder usufruir um pouco destas opcoes. Ja aconteceu de numa mesma noite tres bandas que eu curto desde minha adolescencia estarem tocando em locais diferentes e tive que optar por uma apenas, sabendo que nao iria ver tao cedo as outras. Acho muito estranho quando vejo pessoas jovens principalmente que vivem aqui e tudo que fazem e trabalhar o dia todo e voltar pra casa para ficar na Internet ou ver TV. Nao seria o caso apenas da falta de dinheiro,porque ha inumeras atracoes que nao custam absolutamente nada e outras tem custo ate razoavelmente baixo. Mas a questao aqui sao os interesses e ha pessoas que despedicam a grande oportunidade e sorte que e poder estar numa mega cidade onde tem quase tudo para todos os gostos. Confesso que me doi saber que tem tanta gente ai no Brasil que sonha em vir para ca e poder aproveitar Londres e er outros que estao aqui e nao valorizam isso. Muitos brasileiros, estudantes ou que vem so para trabalhar acabam entrando num espiral de trabalho –casa e maximo um churrasco de fim de semana com seus amigos “brasileiros” e se voce pergunta o que eles fizeram ou que conhecem de Londres voce ira se chocar pois nao sabem absolutamente nada que va alem do circulo de eventos da comunidade brasileira. Estas pessoas vivem alguns anos ja aqui no pais e falam muito pouco ingles e conhecem muito pouco da cultura. Acabam tendo sempre aqueles julgamentos de “recem chegados” que generalizam uma cultura baseados em algumas breves observacoes.

Tudo que posso dizer a estas pessoas e que estao perdendo uma oportunidade de ouro de aperfeicoarem a fluencia no idioma e de se tornarem mais cultas e mais satisfeitas com a vida que levam nesta incrivel cidade. Eu continuarei a procurar por perolas na cidade e tentar superar esta sensacao de frustacao que me assombra desde o dia que vim viver em Londres.