quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Porque os brasileiros sempre reclamam da vida em Londres?.

Se existe algo que nao aprendi a ser indiferente e nao me incomodar e com as reclamacoes que ouco dos brasieiros sobre o clima, sobre transporte, sobre o preco das acomodacoes, sobre a qualidade dos servicos, e ate sobre a maneira como se sentem ou sao tratados.

Voce que pensa em vir para ca talvez nem imagine como os brasileiros reclamam. Nao sao os unicos, mas estao talvez entre os mais insatisfeitos sempre. Eu nao tenho tempo e nem mais paciencia para contra argumentar estas insatisfacoes, mas para todos aqueles que de alguma forma estao parcial ou completamente infelizes aqui, nao importa a razao, irei apresentar algo que servira para analise e quem sabe , sem muita presuncao, ajudar a enxergar as coisas de outra forma.

Um grande defeito que eu vejo no brasileiros em geral, (logico, estamos falando de um grupo grande de pessoas e nao todos) e que acham que e o melhor pais do mundo e em alguns casos, so existe o Brasil ( Alguma semelhanca com outro grande pais da America?) O resto e so para curtir a turismo porque sempre acham algo errado com a comida, com a roupa, com o senso de higiene, com o clima, com a musica, com beleza das pessoas, com os precos, etc. Eu poderia escolher diversos paises incriveis, como a Franca, por exemplo, que tem um clima excelente com todas as estacoes definidades, uma vegetacao impressionante com um litoral privilegiado, o charme dos alpes que dispensam maiores comentarios, um povo culto e bonito e uma das melhores cozinhas do mundo e mesmo assim, algum brasileiro sempre vira com alguma forma de critica. Poderia citar muitos outros paises inclusive o proprio Brasil, mas isso quando so acontece enquanto estao por la, porque uma vez chegam aqui, voltam a ser patriotas e voltam a amar sua terra porque aqui nao sentem a mesma recriprocidade de afeto.

Tento entender o motivo de tanto descontentamento e a melhor resposta que posso dar baseado em minhas proprias observacoes e que e o brasileiro no fundo busca e valoriza uma das coisas mais dificies de se conseguir nos paises europeus: o calor humano. Eu vou mostrar a grande diferenca que existe aqui e voce ira entender porque jamais esse calor humano me fez falta: Minha pergunta: o que voce considera como “calor humano”? ou melhor, voce prefere o calor humano ao inves de respeito? Dificil esta resposta, nao? Voce vai ver no Brasil alguns vizinhos lhe cumprimentando e por tras falando mal de voce , vai ver o traficante oferecendo festas para toda vila porque ele e “camarada e gente boa” sempre sorrindo para todos, vai ver o policial vir com a maior simpatia lhe aplicar uma multa com a proposta de uma propina para liberar voce, vai ver o flanelinha sorridente oferecendo cuidar do seu carro por uma pequena contribuicao ou seu carrro vai pagar o preco, vai ver a amavel vendedora da loja lhe oferecendo cafezinho ou champagne convencendo voce a pagar em 24 parcelas “sem juros” aquele produto que aqui pagamos 3 vezes menos a vista e por ai poderia seguir com outros exemplos que mostram que ser simpatico ou camarada e muito diferente de ser justo e respeitoso.

Eu mesmo demorei muito para entender esta diferenca porque quando vim pela primeira vez a Londres, ha 20 anos senti essa mesma falta de carinho. So que hoje , muito mais maduro, percebo a diferenca que existe entre ser “legal”, querido, carinhoso e ser justo ou ter respeito com as pessoas. A justica e universal, o “legal” e local”. O que e “legal” pra voce nao e necessariamente “legal” ou interessante para um ingles, digamos. O que voce acha “maneiro” um europeu pode achar de mau gosto , mas respeitar pessoas e ser justo com eles nao tem fronteiras, sempre sera aceito como o ideal a ser alcancado pela humanidade.

Vou dar um outro exemplo, usanndo a Franca desta vez, sobre coisas que eles valorizam: Voce considera mais importante quando vai a um restaurante o servico ou a comida? Voce dira os dois, ok? Se voce for num restaurante e tiver uma excelente refeicao, mas o garcon nao fizer o menor esforco para ser simpatico, ainda que seja preciso e agil, provavelmente voce saira insatisfeito e ate falando mal do estabelecimento, nao e mesmo? Por que? Por nao ter se sentido importante, valorizado, respeitado, etc. Caso diga o contrario voce sera uma excecao a regra. Ja aqui na Europa o papel do garcom e apenas de servir e nao de agradar ou ser gentil. E uma tarefa puramente funcional que qualquer robo poderia desempenhar (talvez daqui a uns anos existam). Se ele for muito sorridente e provavel que ate irrite um pouco os clientes e desconfiem de suas intencoes. Um frances em geral nao vai a um restaurante renomado esperando um super atendimento, com possiveis tapinha nas costas ou ser chamado de “Doutor”. Ele vai simplesmente para desfrutar da receita daquele grande chef e pronto. Portanto, o atendimento e um mero detalhe. Porem, se a comida nao estiver de acordo com as expectativas tera sido a ulitma vez. Comer bem para o frances e quase uma religiao, e muito mais do que um encontro social. Sao ultra exigentes com a apresentacao do prato e a qualidade dos ingrediente. E na verdade uma arte. Nao e incomum ver brasileiros em restaurantes franceses tomando coca cola, o que para eles e um sacrilegio e um mau gosto imperdoavel, assim como e para um brasileiro ver alguem usando meias com sandalias na praia. Voce percebe a questao de gosto e estetica e dos valores neste exemplo? Portanto, praticamente nao ha interesse em melhorar o servico dos restaurantes a nao ser que estejamos falando de atendimento top class, dai voce encontrara aquele padrao que voce talvez busque so que esteja preparado porque podera estourar o limite do seu cartao de credito numa refeicao. Por outro lado, nao e dificil ir em restaurantes populares no Brasil com aquele atendimento maravilhoso, familiar, so que a comida as vezes deixa a desejar e parece que a turma nao esta tao preocupada desde que a cerveja esteja gelada. Interessante isso, nao?

O que pretendo mostrar e que a base de toda infelicidade aqui esta enraizada na falta deste calor humano e na falta de atencao recebida e na indiferenca sentida. Ha outros fatores tambem, como as condicoes que os imigrantes vivem, tendo que dividir casas com estranhos e tendo que trabalhar em algo que nao condiz com suas qualificacoes profissionais muitas vezes. Mas o brasileiro e por natureza comunicativo e aberto, mas precisa entender que outros povos expressam seus sentimento de outra maneira nem sempre tao obvia.

Agora eu lanco esta pergunta sempre para essas pessoas que sempre reclama da vida em Londres: Voce estava plenamente feliz no Brasil?

Nenhum comentário:

Postar um comentário