domingo, 21 de novembro de 2010

London "on ice"




Um dos programas de lazer mais comuns nesta epoca do ano e patinar no gelo. Existem diversas pistas ao ar livre espalhadas por Londres dos mais variados tamanhos e estilos. Uma das mais elegantes e a da Somerset House e a mais curiosa e a que fica ao lado da Tower Bridge porque e e um enorme contraste uma pista de gelo ao lado de um castelo medieval. A que eu mais frequento pela proximidade de minha casa e a de Canary Wharf que fica em meio aos altos predios deste centro financeiro moderno. Gosto do astral de deslizar sobre gelo com musica e ao lado de muita gente de todas as idades e depois tomar um “mulled wine” para me esquentar sentado num ambiente muito aconchegante que lembra as montanhas canadenses.

A primeira vez que me aventurei a patinar foi no ano passado e fiquei petrificado quando entrei no rink porque parecia que iria levar o maior tombo da minha vida assim que desse o primeiro passo. Mas pouco a pouco fui perdendo o medo e este ano melhorei consideravelmente. Nos que somos do Brasil em geral sempre estamos em desvantagem quando o assunto e esporte de inverno. Aqui as criancas ja nascem com as botas de patins nos pes. Quando chegam na adolescencia ja sao “ master” . O mesmo problema enfrentei quando aprendi a esquiar. Levei alguns bons anos pra conseguir descer pistas mais basicas. Cada ano consigo melhorar um pouco, mas o fator medo e a maior barreira que enfrentamos quando somos adultos. Creio que no fundo tememos nao somente a dor e tudo que implica um acidente onde podemos torcer um tornozelo, romper ligamentos, etc.. mas principalmente o prejuizo que isso ira nos acarretar, afastando de nossas atividades de trabalho ou estudo. Ao menos essa sempre foi minha paranoia, ter que ficar em casa me recuperando , e dependente de alguem, e nao poder ir trabalhar.

Quando crianca temos outra vantagem, a lei da gravidade e mais camarada, ja que estamos mais proximos ao solo e alem disso nossos ossos e ligamentos mais flexiveis. Quando crianca apredemos de forma muito mais natural e sem medo de fazer feio. Felizmente nestas pistas de patinacao vemos de tudo e nao nos sentimos os unicos “iniciantes”. E muito bonito ver pessoas que patinam com destreza e leveza. Fico me perguntando quantos anos foram necessarios para se chegar a esse nivel. Talvez muitos tambem perguntem o mesmo quando veem surfistas pegando ondas, jogadores de futebol fazendo belos dribles ou ginastas fazendo acrobacias.

Se voce nunca patinou no gelo vale a pena tentar porque e um otimo exercicio de equilibrio e a galera se diverte muito.. Em Porto Alegre recordo que so havia uma ou duas pistas montadas no inverno. Em outras cidades como Sao Paulo pode ser que existam, mas nao estou certo quantas e nem onde. Como aqui temos muitas fica dificil evitar de querer aprender.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Qual melhor bairro de se viver em Londres?


A primeira questão a saber é: qual o seu perfil? Você é solteiro? casado? com filhos? veio para estudar ou trabalhar? ou os dois? qual seu orçamento? por quanto tempo pretende ficar? quais são suas prioridades? A partir destas respostas você poderá chegar a uma ideia um pouco mais objetiva sobre o melhor bairro para se viver aqui e que tipo de moradia escolher.

Existem áreas elegantes e históricas em Londres, assim como algumas com índice de criminalidade mais alto.Quando dizemos que são áreas mais perigosas me refiro a pequenos assaltos que ocorrem com mais frequência por distração ou algumas brigas entre gangues.

Existem bairros sofisticados com intensa vida noturna como FULHAN  e CHELSEA e outros como GREENWICH, onde eu moro, que são  residenciais, ideal para famílias por ter um parque enorme, algumas boas escolas e pouco movimento noturno.

     Greenwich (Zone 2)

Ha muitos anos ninguém ouvia falar de Bermondsey ou Canada Water e hoje são um dos mais procurados por imigrantes no South East London principalmente pela proximidade com a área central.  Novos prédios estão sendo construídos e antigos edifícios do governo estão sendo reformados o que ira valorizar ainda mais esta região.Muitos brasileiros migraram para estas áreas ,mas cada vez mais fica difícil encontrar um imóvel com preço acessível.

    Canada water (Zone 2)


Alguns bairros na zona 1, como a RUSSEL SQUARE próximos a Oxford Circus Soho,e Totenham Court Road são muito convenientes para quem trabalha na parte central ou gosta da boemia de Soho. Vauxhall que e famoso pela intensa vida noturna Gay e um dos bairros que vem em ascensão se tornando cada vez mais caros e sendo procurado por jovens profissionais bem sucedidos que querem estar numa área elegante com diversas opções de lojas e restaurantes de primeira, além de poder contar com um excelente sistema de transporte local.

Um dos bairros mais charmosos e verdes de Londres, embora afastado da área central, é RICHMOND  e PUTNEY, mas ai estamos falando em valores muito acima do que a media dos estudantes conseguem ou  querem pagar. A grande maioria vem com um orçamento limitado e mésmo aqueles com maior poder aquisitivo não se interessam em viver la porque preferem áreas centrais.

Ha bairros afastados, em geral bem bucólicos rodeado por florestas onde muitos  encontram a calma e a qualidade de vida que não conseguem na  Londres central. Esta opção é uma questão de preferência pessoal . Na minha opinião se consegue certa qualidade de vida mésmo vivendo ainda na zona 2 ou 3. A zona 1, do norte ao sul, leste a oeste, é bem complicada por causa dos preços dos imóveis e da superpopulação. Existem bairros como  HAMPSTEAD HEATH que esta na zona 2 e que são ilhas de tranquilidade no meio do caos urbano.Mas você paga um alto preço para poder usufruir dessa qualidade. Muitos artistas famosos e políticos vivem nessa área.

    Hampsteach Heath (Zone 2)

Para quem chega o melhor seria poder se estabelecer numa área de fácil acesso e com varias linhas de metro e neste caso STRATFORD, onde foi realizado os Jogos Olímpicos talvez seja a melhor alternativa. Existe um enorme centro de lazer e esportes com trilhas de Bike e local de jogos.

   Stratford (Zone 2/3)
                                                         

Minha dica:

Se você vier a Londres para estudar inglês ou fazer qualquer outro curso escolha uma área que fique num raio de 30 min de transporte entre escola e residência. Passar uma hora por dia num metro ou ônibus além de ser perda de tempo é bastante cansativo. Se for casado e com filho em idade escolar, sua análise devera ser mais profunda porque além de pensar no trabalho, você ainda devera pensar na melhor escola para seu filho e isto você descobre lendo o OFSTED report ,publicado pelo governo anualmente. Neste relatório oficial você saberá tudo sobre o método de ensino, predominância étnica e regional, pontos fracos e fortes, etc. nem sempre é simples porque é preciso ter vagas ou entrar em lista de espera. Como você só pode colocar seu filho em escola pública do mésmo bairro onde irá residir, muitas vezes ele acabará sendo colocado na única que tiver lugar (isso é obrigação do estado).

O que se necessita para alugar um imóvel?

Você devera ter um emprego de tempo integral e provar que sua renda e 2.7x superior ao valor mensal do aluguel. Esta renda poderá ser dividida entre os moradores. As agencias e/ou  os proprietários fazem uma verificação no seu histórico de créditos. Por esta razão  e bastante complicado se alugar um imóvel logo na chegada.  O tempo de contrato e em media 12 méses. Eles exigem 1 més adiantado e 6 semanas de deposito que e retornado no final do contrato. Esse valor fica depositado  numa conta especial chamada DPS. Como e bastante complicado alugar um imóvel logo na chegada aconselho sempre a alugar um quarto num "flatshare" ate ter criado um histórico pessoal e ter tido boas referencias

Como podem ver, são muitos aspectos a serem considerados antes de responder, qual o melhor bairro em Londres. Outra dica que deixo para saber mais sobre mercado imobiliário de Londres: Visite os maiores portais  clicando em www.rightmove.co.uk  ou www.zoopla.com  e  você encontrará praticamente todos os imóveis sendo negociados por agencias.

Caso  necessite saber sobre cursos de inglês pode escrever para
 akcproducer@gmail.com e colocarei a escola em contato direto com você.
      


                                                 



                                                         
                                                         


segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Inglaterra: Um pais que esta mudando

Trabalhando numa agencia imobiliaria que tambem oferece acomodacoes para estudantes percebo que o movimento de brasileios caiu brutalmente nos ultimos 6 meses. Nao e nenhuma novidade que isso iria acontecer por causa das leis mais severas de imigracao e da situacao economica na Inglaterra. Por outro lado, com a valorizacao do real muitos acabam vindo como turistas e nestes casos, nao existem maiores complicacoes para conseguir entrar. Para nao problemas e bom estar bem preparado para provar o que voce diz. A Inglatera deixou de ser um lugar para vir juntar dinheiro ha bastante tempo. Quando o cambio era favoravel ate se conseguia poupar alguma quantia e investir no Brasil, mas hoje, com a libra baixa e os precos no Brasil absurdamente caros, so com muitos anos de trabalho duro se consegue algum investimento rentavel. Embora seja pessoal e relativa essa questao a verdade e que ja e quase unanime a opiniao de que ja se foram os tempos de ouro.

Por outro lado, quem vive aqui sem a intencao de fazer um capital pra investir no Brasil consegue aproveitar a cidade e se educar ja esta cidade oferece um mundo de possibilidades em todas as areas profissionais imaginaveis. O perfil do ingles medio e diferente do norte americano cujo lema segue sendo “time is money” . Nesta pais vive-se para o dia e com uma preocupacao acentuada em relacao a aposentadoria. Para isso a compra de imoveis para futura locacao e renda extra sempre foi uma das opcoes preferidas nesta sociedade. Nao existe um perfil empreendedor como no Brasil onde e natural, como nos Estados Unidos, abrir uma pequena empresa e tentar crescer e fazer fortuna. Como sempre houve emprego disponivel e amplos beneficios a quem nao os tinha, houve uma acomocao natural e aliado a uma cultura de “aproveitar a vida ao inves de se matar trabalhando para enriquecer” esse senso de empreendedorismo ficou inerte e so comeca agora a mudar devido a nova situacao economica do pais. Muitos que estao por perder seus cargos ja questionam a possibilidade de se aventurar numa nova carreira abrindo seu proprio negocio. E interessante observar como a economia interfere direta e rapidamente no modo de ver e pensar das pessoas.E so faltar dinheiro na conta e as dividas aumentarem para que as pessoas reavaliem suas vidas e questionem suas escolhas.

Gostaria de saber como sera este pais daqui ha 10 ou 20 anos. Acredito que sera melhor do que hoje, mas todos terao que se adaptar a um novo estilo de vida muito mais frugal e menos individualista.javascript:void(0)

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Sera que o Brasil ira mudar?





(texto sem acentuacao)

Hoje quero falar um pouco sobre a questao politica no Brasil e mostrar um pouco a diferenca que encontro aqui na Inglaterra. Nao me canso de dizer que se espera demais dos governantes brasileiros como se estes fosse cair do ceu e serem os salvadores da patria. Alias, esta parece ser uma constante na forma de pensar no Brasil, sempre esperando que algum idolo eleve o nome da nacao como fez Pele, Ayrton Senna entre outros. Um pais onde muitos ainda agem de forma ilicita nas coisas mais insignificantes do dia a dia nao podem almejar ser governados por politicos muito diferente delas. Outro dia recebi um email de um brasileiro criticando a forma de ser mesquinha das pessoas que ainda param am fila dupla na frente das escolas, fazem “gato” da internet, bozinam nos engarrafamentos, emplacam veiculos em outras cidades para reduzir o imposto e ainda reclamam da falta de etica e moral dos seus politicos. Se a Suecia, Noruega e outros paises nordigos tem governos invejaveis e um sistema politico estavel e porque encontramos um povo com um alto nivel de educacao e respeito pelo seu proximo. Pessoalmente vi como vivem nestes paises e constatei que e natural nas pessoas nao abusarem daquilo que o estado lhes oferece e nem invadrem o espaco alheio.

O sistema politico brasileiro e confuso a comecar pelas quantidade enorme de partidos. Aqui na inglaterra e mais simples. Ou voce e da direita, da esquerda ou e liberal. Isso facilita o entendimento da posicao de cada um desses partidos. Como se pode compreender no Brasil essas variacoes de siglas que seguido formam aliancas ?. Se voce nao e uma pessoa que acompanha diariamente as noticias provavelmente ficara perdido em meio a tantas coligacoes e propostas que sao feitas e alteradas da noite para o dia. Parece ser algo proposital para ludibriar ainda mais o povo. O que eu percebi ha muito tempo e que uma grande parte das pessoas que se dizem politizadas e que defendem a ferro e fogo as ideologias de seus partidos so entendem mesmo e de politicagem e o unico que buscam e satisfazer seus interesses pessoais e nao o da comunidade. Estarei dizendo alguma mentira? Eu penso que entender de politica nao e entender de politicagem, mas ter conhecimento social, antropologico, filosofico e de todas as ciencias humanas ja que e disso que se trata a politica, gerenciar uma sociedade. E fundamental compreender o comportamento humano para poder administrar interesses. Ficar na expectativa de quem saira vencedor nas urnas para ver como podera tirar uma lasquinha do novo governo nao e o perfil ideal de um verdadeiro cidadao.

O Brasil tem um novo presidente e dai? Sera que isso ira mudar a maneira desses anti- patriotas de pensarem e agirem? Sera que so mudando pacotes economicos e sediando uma copa do mundo irao fazer o pais mudar? Costuma-se medir indices economicos como se estes refletissem a realidade e qualidade de vida de um povo. O Brasil cresceu seu PIB , mas sera que a violencia nas ruas diminui? De que adianta ter maior poder de consumo se estes mesmos bens que voce adquire podem ser facilmente retirados de voce por qualquer criminoso? Sao questao muito profundas e nao podem ser analisadas de forma superficial, mas estou apenas dando exemplos de como o “buraco” e mais embaixo e eu arrisco em dizer que esta nos “valores” e este comecam no nucleo familiar e depois no escolar.

O novo partido que assumiu o governo ingles e da direita, isto e , conservador e em menos de 6 meses ja esta implementando mudancas radicais na economia cortando a verbas em quase todos os setores publicos. Felizmente o setor menos afetado foi a educacao. Se estas novas medidas irao dar certo ninguem sabe, mas espera-se que em alguns anos o pais recupere-se de seu deficit e volte ao rumo do crescimento como sempre teve . A grande diferenca e que aqui nao se esperam milagres dos governos. Todos estao cientes de que sao pequenas coisas no dia a dia e que geram mudancas, como colocar lixo certo para reciclar, nao colocar som alto depois das 22h, nao pixar muros e nem onibus, etc. Quando algo parece nao funcionar as pessoas questionam e levam essas reclamacoes aos governos e algo ja em seguida comeca a ser feito. Existe aqui uma protecao excessiva a menores e isto acabou gerando um resultado negativo porque muitos jovens de classes baixas , em especial pequenas gangues de rua, comecaram a fazer baderna nos onibus e ninguem se atrevia a dizer nada para nao infringir essa lei. A sociedade se revoltou com isso e ja comecam a questionar essa lei e o governo comecou a tomar medidas severas para inibir atos antisociais nos transportes publicos.

Como nem tudo e perfeito, por outro lado, o que me desagrada aqui e o tipico “oito ou oitenta”. Ou voce tem de sobra ou nao tem nada. Se alguem faz algo errado, todos pagam por isso. Darei um exemplo: O governo libera um X de beneficio para todos dai alguem (em geral algum imigrante) faz uma maracutaia e pronto, ninguem mais recebe nada. Me lembra um pouco minha epoca de escola quando alguem aprontava algo na sala de aula e nao se entregava , toda a turma pagava o “pato” . Existe ja uma questao muito forte aqui sobre a imigracao e cada vez que estes imigrantes “pisam na bola” mais a tolerancia se esvai.

Vivendo aqui e sempre mais facil enxergar certos padroes repetitivos negativos que ai no Brasil se tornaram naturais e infelizmente aceitos. Quando estamos imersos na mesma cultura e sempre mais dificil notarmos habitos nocivos a sociedade.O mesmo acontece comigo. Preciso as vezes sair daqui para poder observar as falhas deste sistema onde moro.

Espero que este novo governo invista pesado na educacao e que os pais conscientizem seus filhos sobre a responsabilidade que esta nova geracao tem de elevar o nivel moral e etico do Brasil .