domingo, 16 de maio de 2010

Cursos de férias em Londres: Uma alternativa para as novas regras

Quem acompanha os acontecimentos políticos aqui na Inglaterra sabe um pouco das propostas políticas do novo primeiro ministro, mas o assunto de maior interesse para a grande parte dos estrangeiros que residem aqui são as medidas que poderão ser adotadas para conter o fluxo imigratório no pais . Ninguém sabe ao certo como ficara a situação em curto prazo por isso as coisas seguem aparentemente normais salvo para aqueles que estão querendo vir estudar, seja para cursos de língua ou de formação acadêmica As novas regras são muito mais rígidas e quase proibitivas para muitos estudantes que tinham ate há pouco tempo algum potencial de obter visto de estudante. Como a questão agora não e apenas econômica, mas também de conhecimentos da línguas , não adianta apenas ter uma situação financeira favorável, mas também um bom nível de comunicação em inglês . Quem deixou para aprender inglês depois de vir para cá devera mudar a sua estratégia e dedicar algum tempo passando por estágios mais básicos ate chegar a um nível intermediário. O tempo necessário mínimo seria de 300 horas de estudo. Seguindo um curso padrão no Brasil de 3h por semana seriam necessários quase 3 anos de estudo pra atingir o requisito básico exigido pela nova regra de vistos. Se você acha que e muito tempo e não quer esperar tanto assim, uma boa alternativa seria vir para cá e fazer um curso de férias de 4 semanas e com isso conseguir adiantar quase 80 horas de aulas ( 4 h de aula por dia). Você pagara entre 550-700 libras por um curso com esta carga horária. Alem de poder praticar todos os dias na escola ainda terá contato direto com a língua fora da sala de aula. Alem de avançar alguns degraus você terá a oportunidade de ver como a vida e aqui e se preparar melhor para tentar depois entrar como estudante e permanecer um período muito mais longo. Para se matricular em uma escola por 4 semanas não há necessidade de solicitar visto, basta apenas obter uma carta da escola e apresentar na entrada do pais. O seu passaporte será carimbado com um visto de visitante/ estudante. Embora este tipo de visto não permita trabalhar, ele possibilita que você possa estudar numa escola já que sem esse carimbo as escolas de inglês não aceitam mais matriculas. Não creio que as regras fiquem piores do que já estão para os estudantes, mas o lado positivo e aqueles que vierem não irão mais correr riscos de serem passados para trás por certas instituições, restando somente escolas decentes no mercado consideradas pelo governo como de “alta confiabilidade” . Para quem quer entender porque estao passando um "pente" fino nas escolas, assista a este video:

Um comentário:

  1. Vladimir, tenho 32 anos e estou querendo ir com minha mulher passar uns 9 meses em Londres para estudar inglês.
    Gostaríamos de ficar em um flat/stúdio mobiliado, para termos privacidade e poder cozinhar e não depender de restaurantes.
    Não estamos muito preocupados em trabalhar, então estamos dispostos a juntar o dinheiro para a viagem.
    Porém se a legislação permitir 10 horas semamais, queremos que o nosso visto seja o adequado.
    Nosso nível de conhecimento da língua é razoável, mas acreditamos que um bom curso é essencial para a proficiência na língua.
    Ainda estou esperando para os próximos meses a minha cidadania estoniana, quando deveria me registrar no WRS e eu e minha mulher poderíamos trabalhar, né?
    Gostaríamos de dicas.
    Parabéns pelo nível cultural do seu blog!
    Atenciosamente,
    Thomas Hauschild Aps
    thomasaps@yahoo.com.br

    ResponderExcluir