quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Intercambio em Londres..preciso de uma agencia?

O movimento de estudantes vindo a Londres parece ter aumentando neste inicio de ano, provavelmente porque muitos estão de férias escolares no Brasil e outros com medo que a lei mude resolveram se adiantar.

Quero me dedicar hoje a escrever sobre o papel das agencias de intercâmbio. Muitos viajam através dos serviços prestados por estas empresas e muitos também são iludidos com a conversa de vendedores e consultores não necessariamente pela ma fé, mas pela falta de experiência e em muitos casos total desconhecimento como as coisas acontecem por aqui.

Quando eu resolvi começar nesta área, ainda vivendo em Porto Alegre, eu me dediquei exclusivamente a Londres porque eu já conhecia como poucos este mercado, depois de dezenas de visitas e estadias longas nesta cidade. Durante um tempo fui agente de escolas em Dublin e confesso que, embora tenha vendido muitos cursos e todos acabaram muito felizes com a escolha, eu não me sentia muito a vontade por ser leigo em relação aquele pais. Assim sendo, voltei focar mais em Londres que é era meu chão.

Muitos me perguntam se devem usar o serviço de algum agente para organizar sua viagem e minha resposta e, não necessariamente. Cada caso e um caso. Abaixo eu irei explicar melhor o que e uma agencia e como elas operam e quais as armadilhas que você deve evitar. Utilizarei o formato perguntas e respostas para facilitar o entendimento.

O que vendem as agências?

Cursos de idiomas no exterior e tudo que se relacione à viagem, como: passagem aérea, acomodação, seguro, etc.

Qual o papel de uma agência?

Assessorar o cliente na organização de sua viagem de intercambio, isto é, orientar no que for necessário para uma estadia segura e proveitosa .


Como elas trabalham e faturam?

Muitas trabalham vendendo intercambio em diversos paises, mas poucas se especializam por regiões geográficas. Igualmente, todas agenciam ou representam cursos de idiomas e agenciam seguros, passagem aéreas e outros serviços que as comissionam pelas vendas. Estas comissões variam de acordo com cada escola ou serviço.

Quais os tipos de agencias?

Não há classificação oficial, mas quanto a escolas de idiomas existem dois tipos:

a) As que vem somente escolas caras, pois a comissão e alta, o que garante uma receita mesmo que sejam vendidos poucos cursos.

b) As que vendem cursos muito baratos pra ganhar na quantidade, já que a comissão e pequena.

Não recordo de ter encontrado uma agência que trabalhe com escolas muito caras e medias ao mesmo tempo simultaneamente.Até pode acontecer, mas como e difícil explicar pro cliente por que uma custa 2 mil por 6 meses e outra e custa 4 mil quando a diferença a quase inexistente ? E comum haver algumas que trabalham com as de preço médio, mas em termos de estratégia o mais comum e encontrar o caso A e B.


O que a maioria deveria fazer, mas não faz?

Analisar caso a caso e ver as melhores opções de acordo com o PERFIL SOCIAL, ECONOMICO e ate PSICOLOGICO do cliente. O estilo de vida e a idade e algo que e muito importante entender principalmente quando o ponto e a acomodação.

O que a maioria faz e não deveria?

Empurrar qualquer escola sem uma analise mais profunda sobre o cliente. Por não terem conhecimento na área de ensino de línguas, e não conhecerem sobre metodologia e nem muito sobre Londres, muitos atendentes dessas agencias passam por cima dessa questão utilizando como argumentação apenas a localização da escola, preço e infra-estrutura. Isso quando não omitem informações básicas quanto a taxa de nacionalidade da escola. As que vendem cursos baratos são as que mais têm brasileiros, mas elas jamais irão mencionar isto.

Quais a táticas que usam pra vender baixando orçamentos?

Uma coisa que e fundamental dizer: Não existem milagres. O preço que as escolas de idiomas cobram, pelo menos aqui na Inglatera, são praticamente iguais, isto é tabelado para todos os agentes. Qualquer um pode vender os cursos. A única diferença e que certas agencias reduzem o custo do curso, abrindo mão de parte de sua comissão e compensando na vende de produtos agregados, como seguro (que não e obrigatório aqui). Aqui todos têm direito a atendimento medico, mas os agentes fazem uma pressão pra vender mais seguros e assim cobrir a diferença que perdem da escola. Poucas escolas oferecem regalia aos seus agentes e quando isso acontece a margem e muito pequena.

Qual o ponto fraco da maioria das agencias?

Imaturidade e inexperiência de seus atendentes. Por não ser uma área de carreira e os salários serem relativamente baixos ( apesar de que a comissão ajuda) ,a maioria são jovens ainda universitários que viveram por um tempo fora do Brasil (as vezes muito pouco tempo) ou estudam turismo e querem trabalhar neste ambiente internacional. Perfeito, a intenção e boa, mas o fator idade, inexperiência e ainda desconhecimento aliado ao alto turnover na empresa contribuem pra constantes problemas que geram custos altos aos seus clientes. Uma das área de maior problema numa viagem de intercambio e a acomodação seja ela em família, compartilhada, etc. As chances de dar algo errado são muito altas e se não tiver alguém que cuide disso e tenha desenvoltura com a língua e na resolução de problemas de forma energética e comprometida, e catástrofe na certa. Outro problema e o discurso que a agencia da sobre a escola e outra e a realidade que ele terá quando chegar aqui.


Será que necessito usar os serviços de um agente?

Hoje com a Internet e muito simples você fazer tudo diretamente e de forma muito segura. Se a viagem for de turismo, mais simples ainda. Basta você comprar uma passagem, ver uma acomodação, escolher um roteiro (milhares de sites oferecem isso) e fazer as malas. Pode visitar blogs como o meu ou outros similares pra ter algumas orientações básicas sobre o funcionamento da cidade e características de seu povo.

Se a intenção e realizar uma viagem de estudos de longa duração e esta exige vistos, o mais sensato e usar uma agencia de intercâmbios ou fazer tudo sozinho mas com o auxilio de uma agencia de vistos porque essa parte e extremamente delicada e exige ajuda profissional.

Quando trabalhava em Porto Alegre eu costumava fazer essa parte burocrática, sem custo extra, mas vivendo aqui fica impossível ajudar o pessoal. Eu posso ate indicar uma excelente agencia de vistos ai no Brasil. Não tenho parceria com eles, mas eu sei que trabalham bem e ajudaram varias pessoas eu conheço.

Acho que a maioria das pessoas que buscam uma agencia e com o objetivo de realizar uma consulta e se sentirem mais seguro na sua decisão. E como se fosse alguém que desse o aval final da sua escolha e garantisse o investimento no caso de algo dar errado. Isso também e valido, mas gosto de recordar a todos que aqui as leis se aplicam e o caso de problemas com escolas esta ficando cada vez menor devido a rigorosa inspeção que vem sendo feita pelo Home Office. Mais de 900 escolas fecharam em 1 ano e creio que fecharão algumas mais.

Bom, espero que tenho esclarecido um pouco como funciona os bastidores do mundo do intercambio.

6 comentários:

  1. Super esclarecido ~xD Assim que eu puder $$
    vou ter que pedir ajuda com os vistos , se bem que vc já me passou a dik... mas como tem novas leis chegando.. bom.. Irei com calma.. afinal.. estive pensando em termina a facul, e ajuntar um pouco de grana ao invez de pedir emprestimos =]

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá Vladimir, boa noite!

    Primeiramente, gostaria de parabenizá-lo pelo blog, leio-o sempre.
    Estou considerando a possibilidade de um intercâmbio em Londres e gostaria de saber se você poderia, por gentileza, me indicar escolas e acomodações. Tenho pesquisado bastante, mas infelizmente não tenho nenhum conhecido que já esteve na Inglaterra.
    Tenho 23 anos, vivo em São Paulo, sou graduada em Publicidade e Prop. (mas até então trabalhei focada na área de marketing), meu inglês é avançado e o objetivo da viagem é adquirir fluência no idioma além de uma nova experiência de vida, uma dificuldade minha quanto ao idioma é a parte da conversação. Pretendo ir em julho deste ano e gostaria de ficar por 6 meses. Acredito que me daria melhor em um bairro na área central, sou agitada e prefiro lugares movimentados. Não conheço ninguém na cidade. Pretendo ir com visto de estudante e gostaria de trabalhar enquanto estudo (sei que o permitido são 20hs semanais). Poderia me indicar escolas e acomodações (preferência por residências estudantis)? Minha verba não é alta, infelizmente. Sabe me dizer se é muito difícil conseguir trabalho temporário em área administrativa, que esteja um pouco próximo à minha área?
    Se puder me responder via email, eu agradeceria muitíssimo! aline.tkm@gmail.com

    Agradeço sua atenção! Um abraço!

    Aline

    ResponderExcluir
  4. Oi Vladimir, como vai?
    To pensando em passar uma temporada em Londres, e me indicaram seu blog, achei tao interessante q li todos os posts de uma vez :P
    parabens!
    Gostaria de sugestoes suas qto acomodacao e cursos.
    Eu e meu marido estamos planejando uma viagem de 1 mes pra londres, o objetivo eh fazer um curso rapido de ingles e conhecer a cidade..n pensamos na hipotese de trabalhar, pois somos da area da informatica e nao sei como é o mercado aih nessa area, mas talves seja uma boa experiencia..gostariamos mesmo de aproveitar a cidade, levando em consideracao um orcamento restrito.
    Eu li suas sugestoes qto acomodacao e gostaria de indicacoes suas pra alugueis de quartos proximo a uma escola boa e num lugar agitado tb.
    como vc pode v n passarei muito tempo, entao gostaria de aproveitar ao maximo sem precisar gastar muito.
    alguns amigos indicaram os seguintes sites de agencias:
    http://www.londonconnexion.com.br/
    http://www.francesking.co.uk/default.asp
    gostaria da sua opiniao.
    meu ingles ainda eh meio pobre e estou pensando em entrar num intensivo até a viagem.
    conto com sua orientacao.
    meu email é amandasizo@gmail.com
    ogradeço desde ja
    Amanda

    ResponderExcluir
  5. Olá Vladimir,
    Estou fazendo algumas pesquisas sobre intercambio, e encontrei o teu blog.
    Irei para Londres em Janeiro do próximo ano, fiz um pacote por uma agencia chamada london conexxion e ja estou agilizando a documentação.
    lendo sua matéria sobre agencias, achei interessante a forma como diz sobre os prós e contras, irei fazer intercambio de estudos por 6 meses, e gostaria que me indicasse onde tirar meu visto. Pois o atendente da LC, me disse que nao preciso de visto. Mas eu quero tambem encontrar um trabalho e para isto preciso sim do visto.
    Será que poderia me ajudar?
    meu email é mayportodesouza@gmail.com

    Muito Obrigado.

    Mayara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mayara,

      A pergunta vc fez ao Vladimir, mas não custa dar uma luz né? Então, sobre tua dúvida a respeito do visto, não te preocupas pois isto será decidido no aeroporto em Londres tão logo vc apresente a documentação da escola. Não existe outra forma. Espero ter ajudado. Boa Viagem!

      Excluir