quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Como comer mal e ganhar peso extra em Londes



Quando criei este blog pensei que não teria assunto por mais de algumas semanas. Para minha surpresa, percebi que não tem fim a quantidade de duvidas sobre a vida aqui nesta cidade. Pelo jeito, este espaço seguira ativo por alguns anos ainda.

Uma das reclamações mais comuns que ouço de brasileiros é sobre a comida. Tanto dos que vem a turismo ou dos que já vivem aqui há bastante tempo. Este ultimo grupo não tem desculpas. Os turistas, muitas vezes, desconhecem alguns restaurantes bons e econômicos que não constam em guias e por estarem hospedados em hotéis ou pensões eles não podem fazer suas próprias refeições. Já os residentes (estudantes, imigrantes, etc) tem acesso a uma infinidade de restaurantes de todo o mundo, incluindo de cozinha brasileira e uma ampla variedade de supermercados abertos 24h.

Quero desmentir o mito de que a comida em Londres é cara e ruim.

Muitos ainda acham que em Londres só se come o famoso “Fish & Chips”( bacalhau frito com batatas fritas). Ainda existem muitos estabelecimentos que vendem esta tradicional combinação, mas há outros pratos que são típicos da cultura inglesa como o delicioso Beef Wellington(foto ao lado), Yorkhire pudding ou Cornish Pasty.

Mas você não necessita ficar restrito a culinária local quando poucas cidades oferecem tanta diversidade gastronômica quanto Londres e sem causar um rombo no seu bolso. Por ser uma cidade cosmopolita, aqui você terá a disposição uma incrível quantidade de restaurantes de todas as faixas de preços. Infelizmente as churrascarias brasileiras, como a rede Rodízio Rico que está espalhada por toda cidade, não salgam apenas aquela maravilhosa picanha ou costela, mas o preço também. Uma refeição com direito a buffet não custa menos do que £23, fora as bebidas e 10%. Uma outra que é de excelente qualidade é a Churrascaria Preto que fica próximo a Victoria Station. Ou entao, venha nos finais de semana a Greenwich na banca de maior sucesso do mercado, Sons of Pampa ,do gaúcho Rafael Carletti onde ele mesmo prepara uma deliciosa picanha fatiada e servida com salada num pão de ciabatta por apenas 4,90 enquanto sua equipe prepara saborosos churros rechados de doce de leite ou chocolate que são vendidos por apenas £2.

Apesar de eu ter sido criado no Rio Grande do Sul e acostumado a comer churrasco quase todo domingo, confesso que foi aqui que aprendi a comer mais peixes e frutos do mar que são frescos e com valores bem acessíveis. Você compra um kilo de Seabass (um delicioso peixe do mar do Norte) por £6.

Se você curte cozinhar peixes e frutos do mar, faca um esforço e madrugue para conhecer um dos maiores mercados do gênero no mundo, o Billinsgate Market (fica próximo a estação de Canary Wharf e abre das 5h as 8h da manhā ). Realmente é difícil descrever o que se vê por lá. São espécies marinhas vindas de paises como China, Japão, Chile, Dinamarca, Franca, Índia, etc. e um detalhe, tudo fresco. O preço muito bom mesmo. Mas, não chegue depois das 6h30 que já quase não restará nada à venda. Este mercado gigantesco abastece as principais redes de restaurantes e pequenos estabelecimentos.

Temos o costume de frequentar estabelecimentos locais. Sem sair de meu bairro, por exemplo, eu tenho restaurantes espanhóis, mexicanos, italianos, franceses, ingleses, árabes, turcos, japoneses, chineses, indianos, nepaleses e gregos. A base de preços e de 9 libras por prato num restaurante econômico e 15 libras num mais caro. Lógico que se for jantar num dos restaurantes da Kings Way, como no The Collection , o custo ficara em torno de 30 a 50 e se for de um renomado chefe ai não gastara menos do que 120 libras o prato. Se considerarmos que existem mais de mil nacionalidades diferentes nesta cidade, poderemos imaginar a relação da variedade de estabelecimentos e venda de produtos em supermercados para atender esta demanda.

Se você e como eu, que curte cozinhar, e resolver fazer um prato tailandês ou francês, você encontrara facilmente todos os ingredientes em algum supermercado de rede por um custo muito acessível e itens de excelente qualidade. O preço dos produtos alimentícios em supermercado é, em geral, mais baixo do que no Brasil e ainda mais em relação à renda. São poucos os itens que custam mais aqui.As redes mais famosas são Waitrose (meu sonho poder comprar só lá) onde só vendem produtos top de linha. Pode comprar o que quiser de olhos fechados porque tudo ali é de primeira. O preço também. Já o Sainsbury e Tesco são mais acessíveis e de ótima qualidade. O Asda (do grupo Wall-Mart), e na minha opinião o menos atraente, em termos de estilo e variedade, embora ba mesma faixa de valores. Seguindo a linha econômica, ninguém bate o Aldi e Lidl, ambos grupos alemães, que vendem por preços baixos, mas você nunca sabe se na próxima compra encontrara o mesmo produto.

Um pequeno exemplo abaixo: (Valores no Brasil aproximados)

O salário mínimo no Brasil =R$ 465 Na Inglaterra= £ 750

1 kg de espaguete
Brasil= R$ 2, 0
Londres= £ 0,90

1kg spaguete marca Secco

Brasil=R$ 12
Londres=£ 1,60

1 lt leite integral
Brasil= R$ 2,56
Londres=£ 0,70

1 barra de chocolate Nestlé
Brasil=R$ 4,50
Londres=£ 1,0

Um exemplo absurdo da diferença de valores foi quando vi durante a páscoa ovos de chocolate, tamanho médio custarem mais de R$ 20 (£ 6,0) sendo que aqui um de melhor qualidade custava £ 1, 20.


Se você fizer a relação de quantos porcento em relação ao salário mínimo custam os produtos ira notar que no Brasil se gasta muito mais.

A melhor opção para se economizar e comer bem e fazendo suas refeições em casa, por isso, lembre que se optar por casa de família, mesmo por pouco tempo, sempre escolha uma “self catering”,que permite que se utilize a cozinha.

O que realmente assusta são as pequenas lanchonetes que vendem fast-food ou kebabs gordurosos em lugares depressivos, de péssimo aspecto, que se encontram em todas as avenidas . Assim como temos no Brasil os famosos botecos de rodoviária vendendo pasteis escorrendo óleo, infelizmente aqui também temos estes locais infames e que devemos sempre evitar, a não ser que pretenda realmente fazer jus a fama de se come mal aqui e queira ganhar alguns kilos.

3 comentários:

  1. Boas dicas. Só acho que faltou fazer um roteirinho de restaurantes baratos (Nome, endereço, telefone) e postar umas fotinhos, para deixar o texto mais apetitoso. Beijos e vida longa (muito longa) ao blog!

    ResponderExcluir
  2. Oi Vladi: adorei teu blog. Com algumas informações a mais ficará perfeito. Um grande abraço e beijos a Anne e Nicolas.

    ResponderExcluir
  3. Muito esclarecedor, obrigada!!

    ResponderExcluir